Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No outro dia

por Mariana, em 03.07.12

Um dia está tudo normal. Uma vida normal. Uma família normal. No outro não.

Num dia sabe os aniversários de todas as pessoas que conhece de cor. No outro dia não sabe ao certo o que ia comprar quando chega ao supermercado. 

Num dia faz os melhores pratos do mundo, é a cozinheira que toda a gente quer ter em casa. No outro dia não se lembra se o fogão esta ligado ou não.

Num dia conhece o Porto como a palma da sua mão; sabe o nome de todas as ruas, de todas as lojas e dos melhores alfaiates. No outro dia não sabe como chegar a casa. 

Num dia é uma mulher independente. Não precisa de ninguém. Os outros é que precisam dela. No outro dia precisa que lhe façam o jantar e a ajudem a tomar banho.

Num dia dá passeios durante horas e horas. No outro dia já quase não consegue andar.

Num dia não acredita na sua sorte por ter o melhor marido do mundo. No outro já não se lembra quem ele é.

Num dia conta uma história à filha para que ela adormeça. No outro dia é a filha que, pacientemente, conta à mãe a história da sua própria vida e lhe diz quem é.

Num dia está viva. No outro, já tinha morrido e não sabia. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor