Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Avós

por Mariana, em 26.07.11

Ele sai de casa todos os dias exactamente à mesma hora. Desce a rua, por vezes ajudado por uma bengala da madeira. Leva a carteira a tira-colo, os óculos no bolso da camisa e a barba por fazer. Na paragem espera pela camioneta que o levará ao Porto e acena à neta que passa de carro para a escola ou cumprimenta a outra neta que espera com ele. Assiste a uma missa todos os dias, numa capela pequena escondida numa das muitas ruas perdidas do Porto. Passeia um pouco, compra a fruta de que precisa, o pão e uns rebuçados de mentol pois insiste que se os comprar por lá está a poupar. Passeia muito. Volta a casa por volta da hora de almoço e come com ela, para mais tarde, depois da sua merecida sesta, voltar a esperar pela camioneta que o levará ao mesmo destino. Conhece todas as ruas de cor e à medida que as percorre vai recordando tudo o que já viveu por ali.

Ela levanta-se um pouco mais tarde que ele e certifica-se que ele já saiu para se arranjar e ir ao café do fundo da rua tomar o seu pequeno almoço. Um galão e um bolo de arroz são a sua extravagância. A caminho de casa passa pelo supermercado e compra pão fresco amaldiçoando o pão que ele traz todos os dias. Volta a casa e veste as roupas que leva para o campo e é lá que passa toda a manhã, ora a semear batatas, ora a apanhar tomates ou morangos. Tem as mãos calejadas e as unhas cheias de terra. Prepara o almoço quando ele chega a casa e no fim vai deitar-se, ver a novela e dormir, deixando a louça para lavar depois. À tarde costuma ir a casa da filha mais nova ajudar as duas netas a preparar o jantar. Não é raro vê-la a descer a rua com um saco de batatas já descascadas. Pára muitas vezes pelo caminho com dores nas costas, nas pernas e no corpo todo porque os anos são muitos e o trabalho já lhe pesa.

Quando chega a casa ele já la está. Ela prepara o jantar, ele põe a mesa e jantam juntos. Dá para ver que gostam muito um do outro. Não porque estão de mãos dadas ou porque dizem o que sentem.

Mas o olhar, esse diz muito. Só se olha para alguém assim quando já se viveu muito e já se partilhou muito. Quando conhecemos profundamente a pessoa (mais do que a nós mesmas). Quando as alegrias, as preocupações e os desejos são mais que partilhados, são comuns. E eles já o fazem há cinquenta e dois anos. Vê-se que gostam um do outro quando ele lhe lê os rodapés das notícias porque ela nunca aprendeu a fazê-lo. Ou quando ele reclama porque as batatas não têm sal suficiente e ela o avisa por causa do colesterol.

É certo que não são como os casais modernos. Não dividem tarefas e ele tem sempre a última palavra. mas a verdade é que encontraram o seu próprio equilíbrio e são felizes assim. Porque se preocupam. Porque se amam.

 

Feliz dia dos avós,

Mariana 

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Imagem de perfil

De copodeleite a 26.07.2011 às 20:21

Ohh gostei. fez lembrar os meus avós. :)
beijinho
Imagem de perfil

De Marie C. a 30.07.2011 às 14:08

Oh :') este texto emocionou.-me! Gostava de ter uns avós assim mas a minha avó paterna já não tem o meu avó e está sempre em casa a ver tv e empenada do ossos. Os meus avós paternos andam sempre ocupados demais e a discutir sobre tudo e todos. 
Mas isto é lindo :') *favoritos*
Imagem de perfil

De Yohanan a 01.08.2011 às 19:09

eu não disse mal oh macacóide! só constantei um facto
Imagem de perfil

De Yohanan a 01.08.2011 às 21:13

Estas me a gozar! Tu tens alguma fascínio por "cromos" de óculos.
 Está bonito o texto, tem alguns erros de falta de atenção, (preferi avisar-te) por talvez não o teres relido ou assim, 
beijinhos :)
Imagem de perfil

De Yohanan a 01.08.2011 às 23:14

ohh isso é profundo! okok z)
Imagem de perfil

De Yohanan a 02.08.2011 às 00:51

Hum, pois..eu acho que nao tenho disso
Imagem de perfil

De Yohanan a 02.08.2011 às 12:53

tu és totó :DD
Imagem de perfil

De Yohanan a 02.08.2011 às 13:57

Eu segui em frente, parei e perguntei-me se estava a seguir bem
Imagem de perfil

De Yohanan a 02.08.2011 às 14:36

nao sei bem, acho que nunca se sabe..

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor